Ostara



Na Roda do Ano, Ostara ocorre durante o Equinócio de Primavera. É nesse momento que a vida alcança seu equilíbrio, deixando o recolhimento que a aconteceu em Samhain, chegando ao a auge do florescimento, começado lá em Imbolc.



Como vimos na Roda do Ano, é em Ostara que o Deus Sol está em seu período de puberdade, cheio de energia e bastante disposto. A Deusa deixou para trás sua face anciã, vivida em Yule, e agora é uma Donzela cheia de vida. Podemos perceber que essa energia faz com que os animais saiam de suas tocas e voltem a correr pelos campos renascidos.


Por essa celebração está ligada ao equinócio de primavera, acaba sendo celebrado em datas opostas nos dois hemisfério. No Norte, Ostara é celebrado entre os dias 21 e 23 de março, já no Hemisfério Sul ele é celebrado entre os dias 21 e 23 de setembro.

No início, os pagãos confeccionavam ovos coloridos e acendiam fogueiras no topo das montanhas. Eles acreditavam que a luz emitida seria capaz de tornar a terra produtiva, trazer bençãos para suas casas livrando-as de qualquer infortúnio e também iluminar os caminhos que trariam o Sol de volta à Terra.

Na Roda Norte, Ostara coincide com a Páscoa Cristã (o renascimento de Jesus Cristo, os ovos). Já na Roda Sul é celebrada no mesmo período da primavera (as florações e a vida em abundância...).



RITOS E SIGNIFICADOS

Em Ostara a primavera finalmente chegou. Será um tempo de alegria, renascimento e vida crescendo em abundância. Nesse momento, a vontade de sairmos da caverna é enorme, pois é justamente o tempo onde a natureza nos conduz para fora do nosso interior, num movimento de extrospecção, vivência e presença.

E nesse movimento que realizamos todos os nossos trabalhos externos, para colaborar e expandir a energia que armazenamos durante os meses passados. Nesse momento, faço-me algumas perguntas para avaliar os próximos 3 meses que se aproximam.

Aconselho que você faça o mesmo, pois é uma ótima maneira de saber como seu crescimento e evolução podem contribuir com transcorrer da  vida. Você pode utilizar o Tarot como guia, ele é uma ótima ferramenta!


Tire 5 cartas de modo linear.


Carta 1.  O solo. Onde você está crescendo? Embora o amanhã seja um novo dia, lembre-se que suas raízes são uma prova de que você já percorreu um longo caminho. Aqui, o solo é o seu passado. Que lição você pode aprender com os dias que ficaram para trás?

Carta 2. A erva daninha. Você deseja florescer e crescer forte, mas há, sem dúvida, algo que está atrapalhando seu progresso. Quais são seus obstáculos, o que está te impedindo?

Carta 3. A Semente. Em seu futuro imediato, em qual área da sua vida você verá primeiro sinais de crescimento? Qual semente germinará?

Carta 4. O sol. O amor e o apoio dos outros são úteis, eles nutrem a sua jornada. Mas a vontade de crescer vem de dentro. Deixe o sol ser um lembrete do que você precisa ter em mente para se ajudar a crescer.

Carta 5. A chuva. Uma benção sutil. Entenda que nem todas as coisas são sempre como parecem. Às vezes, céus cinzentos podem derrubar-nos, mas como o sol, a chuva também é necessária. Através da luta, você encontrará força. Que bênção sutil está no seu horizonte?

E então, celebre a Primavera! Neste Equinócio onde temos a energia da Bruxa-Donzela, encha os pulmões de ar fresco e se abra intensamente para o mundo exterior. Encare a luz e definitivamente suba das sombras escuras para a nova vida, afinal, é chegada a hora de renascer para um novo ciclo!


Fase da Lua hoje: Minguante 🌒



Follow 💜 @SeresLunares
Todos os Direitos Reservados.



Nenhum comentário:

Postar um comentário